expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Curta nossa página e acompanhe tudo o que acontece!

domingo, 9 de março de 2008

Peça de Teatro: As Três Borboletas




AS TRÊS BORBOLETAS ( roteiro Chizuco Yogi)
CENA I
( coloque uma música de sua preferência)
Cenário : jardim florido
“pequenas flores”- meninos e meninas sorrindo debruçados no chão, mãos apoiando o queixo. Pernas dobradas para cima, balançando o tempo todo . Em pé , na parte da frente do jardim, três crianças vestidas de flores, uma vermelha, uma amarela e uma azul , balançam-se como se estivessem dançando .

CENA II
Entram saltitando as três crianças vestidas de borboletas, uma vermelha , uma amarela e uma azul, e andam graciosamente entre as flores , parando às vezes para sentir o perfume de cada flor. Andam por um tempo, sorridentes .
De trás do cenário soa o tambor: Tum, tum, tum, tum, tum, tum, tum, tum!
AS BORBOLETAS:
- Nossa ! Ouviram ? Vem um temporal aí !! ( novamente o tambor soa no cenário ) Tum, tum, tum, tum!
BORBOLETA VERMELHA:
- Corram meninas! , corram lá vem a chuva ! ( as crianças correm )

CENA III
Temporal
Entra correndo
- A CHUVA – três meninas
- O RAIO – um menino
- O TROVÃO – um menino
Todos correm em diferentes direções, como que perseguindo as três borboletas. O trovão bate um tambor, dá um grande salto a cada batida forte: Tum, tum, tum, tum, tum, tum!
As crianças que interpretam a chuva correm balançando os braços ao alto. O raio corre , de repente senta-se para descansar e corre novamente .
Assim o temporal continua.

CENA IV
As borboletas voam apavoradas.
BORBOLETA AMARELA:- Amigas, vamos pedir abrigo para uma flor! ( andam , observando todas as flores)
BORBOLETA VERMELHA:- Olhem aquela flor é bem grande, vamos para lá! - “Oh ! Dona Flor Vermelha , pode nos ajudar ? Estamos fugindo do temporal .”
FLOR VERMELHA:- Pobrezinhas ! Posso ajudar sim, mas só a você , que é vermelha como eu. A amarela e a Azul eu não posso ajudar.
BORBOLETA VERMELHA: - Mas eu não posso aceitar. Deixá-las na chuva, nem pensar! Vamos procurar outro lugar. Obrigada. Vamos meninas!
( as três borboletas andam no meio das crianças , que fazem o temporal. Às vezes o Raio e o Trovão sentam-se para descansar, mas recomeçam de repente.)
BORBOLETA AZUL:
- olha aquela flor amarela , vamos para lá! “- Dona Flor Amarela, precisamos de abrigo , estamos ensopadas!”
FLOR AMARELA:
- Dou, sim mas só a você Borboleta Amarela, que é como eu. A vocês duas eu não posso dar.”
FLOR AMARELA:
- Não, assim não! Deixar as minhas amigas na chuva , nem pensar ! Obrigada , dona Flor Amarela.
( as três borboletas voam com dificuldade e cansadas pelo temporal.)
BORBOLETA AZUL:
- Olha uma flor azul , vamos pedir. _ “Oh ! linda Flor Azul! Estamos molhadas e com frio . Pode nos ajudar?
FLOR AZUL:
- Posso sim. Mas só você, que é azul como o céu! As outras não .
BORBOLETAS AZUL:
- Ah, não !! Só eu? E elas na chuva ? Obrigada dona Flor Azul.
( as três borboletas voam durante um tempo e acabam no chão em frente do jardim, uma após a outra. Começam a chorar. O temporal continua.

CENA V
( música suave)
( entra lentamente uma criança vestida de fada, segurando sua varinha mágica. Anda por tempo fazendo evoluções , aproximando-se da três borboletas e toca-as com a varinha.)
AS TRÊS BORBOLETAS :
- Quem é você ?
FADA:
- Eu sou a fada do Jardim . Sei tudo o que aconteceu aqui. Vocês foram amigas de verdade e têm amor no coração. Isso é bom e merecem serem recompensadas.
( a fada eleva a varinha para o alto e fala com firmeza)
FADA:
- Eu ordeno : Pare Trovão! Pare Trovão!
( o Trovão vai diminuindo o volume do tambor e deita-se de bruço no chão.)
FADA:
- Eu ordeno : Desapareça Raio !
( o Raio para de correr e deita-se de bruço no chão.)
FADA :
- Pare Chuva ! Pare chuva !
( as criança que fazem a Chuva vão –se enfraquecendo , abaixando os braços e, lentamente , caem no chão. As três borboletas, surpresas, exclamam:)
AS TRÊS BORBOLETAS:
- Puxa!! A Chuva parou !
FADA :
- E agora que apareça .....o Sol!
( a fada vai andando e fica entre as pequenas flores.)

CENA VII
( Música)
A criança vestida de Sol entra lentamente , majestosa- cabeça erguida, olhar fixo para a frente , braços esticados de cada lado, acima dos ombros e mãos bem abertas. Anda assim pelo jardim e fica parada ao lado das pequenas flores.

CENA VII
( música alegre)
As três borboletas se abraçam e começa a voar felizes pelo jardim.

FINAL.
( todos os personagens enfileram-se na frente da platéia, e agradecem)

FONTE: YOGI, Chizuko. Aprendendo e Brincando com jogos. 2ª edição. Belo Horizonte: ed. FAPI, 2003.
Agradecimentos: A colcaboradora Marga, professora, que se dispôs a me enviar esta maravilhoso texto.
Postar um comentário

Pesquise temas do seu interesse aqui

Seguidores

Este blog está protegido por direitos autorais

É expressamente proibida cópia total ou parcial das atividades artigos e projetos da marca " Meus Trabalhos Pedagógicos ® " e da autora Andreza Melo Menezes.

Google+ Followers

Meus Trabalhos Pedagógicos ®

Postagens populares

Atividades Evangélicas

Desafio Emagrecer

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...