expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Curta nossa página e acompanhe tudo o que acontece!

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Os primeiros dias do bebê na creche - adaptação

Texto: Andreza Melo Menzes - Psicopedagoga

Os primeiros dias da escola são de grande expectativa para os pais, professores e para a criança.
Agora imagine como são os primeiros dias para um bebê na creche... Isso deixa a mãe muita aflita e muitas vezes perdida literalmente.
Mas o que fazer?
A ida à creche é uma mudança radical na rotina da criança e requer um trabalho conjunto da escola e família, uma das formas mais sutis e favoráveis é a receptividade do professor na entrada da sala de aula, pois neste exato momento a criança percebe que está sendo separada pela mãe. A escola mantém uma rotina que na maioria das vezes é diferente da rotina do bebê em casa, isso causa um desconforto inicial para o bebê e para o professor, pois o mesmo ainda não conhece os gostos e manias do bebê.
A adaptação do bebê vai se dando aos poucos, mas acontece mais rápido para a criança do que para a mãe, pois a mesma não sabe ao certo o que se
passa durante o período escolar do seu filho, por esse motivo a comunicação entre escola e familia é importante e fundamental para ambas.
O uso da agenda se torna imprescindível neste momento para estreitar o relacionamento e a comunicação entre escola e família.
Para facilitar a adaptação da criança com a rotina é importante que os pais se interem dos horários da alimentação, soninho, trocas e brincadeiras na creche e mantenha um mesmo padrão de horários em casa, assim nos finais de semanas e feriados as crianças não sofrerão com mais essa mudança de rotina.
O professor deve estar sempre atento as observações dos pais, assim facilita a interação entre aluno e professor, respeitando e conhecendo o outro fica mais fácil o processo de adaptação de ambos, sabemos que o bebê está em pleno desenvolvimento, e ainda não tem a aquisição da fala, mas ele se comunica através de gestos e sinais, a atenção e cuidado com o bebê é a parte mais importante para uma adaptação mais rápida e sem traumas.
Em contra partida os pais devem mantar o professor a par das manias do seu filho, como prefere dormir, se faz uso da chupeta, o tipo de comida que come em casa, como acorda, o que gosta de brincar, o que acalma na hora do choro, manter o diálogo fará com que o professor  tenha mais facilidade de entender o seu filho e resolver problemas simples do cotidiano em sala de aula.
Use a agenda, se a sua escola ou sala de aula não faz uso, pense neste ferramenta como meio de comunicação.
Professores e familiares, sejam aliados a favor da criança, nas relações afetivas e sociais devem manter um papel da facilitadores deste processo.
Em sala de aula e em casa, não importando o lugar em que estão, devemos proporcionar um ambiente tranquilo, com afeto e atividades prazerosas para o bebê, deixando de lado problemas pessoais e administrativos, pensando sempre no bem estar da criança.

Receba nossas atividades Digite aqui seu email:

Postar um comentário

Pesquise temas do seu interesse aqui

Seguidores

Este blog está protegido por direitos autorais

É expressamente proibida cópia total ou parcial das atividades artigos e projetos da marca " Meus Trabalhos Pedagógicos ® " e da autora Andreza Melo Menezes.

Google+ Followers

Meus Trabalhos Pedagógicos ®

Postagens populares

Atividades Evangélicas

Desafio Emagrecer

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...