Curta nossa página e acompanhe tudo o que acontece!

Pesquisa

terça-feira, 9 de julho de 2013

Projeto Identidade e Autonomia

PROJETO IDENTIDADE DE AUTONOMIA






AUTOR: (TUSSI, Dorcas; TOMAZZETTI, Cleonice Maria, 2010).r: .
ESCUTADORA: NEVES Sonia.


EIXO: IDENTIDADE E AUTONOMIA

OBJETIVO: Promover a integração dos alunos, a apropriação da escrita e valorização do seu nome próprio, bem como no resgate da dignidade e da cidadania, através do fortalecimento da identidade, da cultura, e do restabelecimento da auto-estima é o objetivo geral deste projeto.

PÚBLICO ALVO: Crianças na faixa etária de um a três anos a quatro anos, de instituição de Educação Infantil da Rede Pública de Ensino do município de Camboriú - SC.

  
JUSTIFICATIVA:

A construção da identidade se dá por meio das interações da criança com o seu meio social. A escola de Educação Infantil é um universo social diferente do da família, favorecendo novas interações, ampliando desta maneira seus conhecimentos a respeito de si e dos outros. A auto-imagem também é construída a partir das relações estabelecidas nos grupos em que a criança convive.

A escola, desde sua constituição na modernidade, tem o papel social de mostrar o mundo às crianças e aos jovens e, com isso, dar continuidade a ele ao propiciar as crianças e jovens os conhecimentos culturais e históricos produzidos pela humanidade e tidos como necessários de serem apreendidos. (TUSSI, Dorcas; TOMAZZETTI, Cleonice Maria, 2010).


Um ambiente rico em interações, que acolha as particularidades de cada indivíduo, promova o reconhecimento das diversidades, aceitando-as e respeitando-as, ao mesmo tempo em que contribui para a construção da unidade coletiva, favorece a estruturação da identidade, bem como de uma auto-imagem positiva.
Neste âmbito, este projeto tem como objetivo, o conhecimento global do ser humano: conhecendo seu corpo, ampliando conceitos de higiene e saúde, descobrindo que o indivíduo está presente em todas as comunidades, relacionando-se com outros seres e com todo o ambiente onde vive e identificando e analisando diferenças, conceitos, pré - conceitos, características, valores de toda uma sociedade a qual ele está inserido.
Sendo assim, por meio deste projeto pretendemos levar ao conhecimento de nossos alunos um ambiente simples e natural e como devemos cuidar deste ambiente em que vivemos. Conforme VYGOTSKY (1987), o meio transforma o indivíduo, por isto, por meio de estratégias pré – estabelecidas, colocaremos os alunos em contato com este mundo maravilhoso que é o interior de Camboriú, nossos costumes e nossa agricultura local.
Consideramos que as situações educativas que a criança vive na escola e a maneira como as educadoras tratam essas atuações serão muito importantes na formação dos conceitos de si mesmas.
Na escola, quando as crianças aprendem, por exemplo, a cultivar uma horta, estão também aprendendo muitas coisas sobre elas mesmas e que permite formar uma opinião sobre si e conceitos sobre a importância de cuidar e preservar o ambiente em que vivem, além de desenvolver conceitos importantes de autonomia, como o “cuidar de algo” que faz bem para si e para os outros.
Portanto, a construção de uma auto-imagem positiva requer que, na escola, as crianças tenham experiências em situações que lhes permita ganhar confiança em suas capacidades e que sejam vistas como crianças com possibilidades de fazer e não apenas receber “pronto”. Isso dá segurança, que é um elemento básico para atrever-se a explorar novas situações, novas experiências.

CONCLUSÕES:
As professoras trabalharam os conteúdos exigidos na grade curricular, integrados aos conceitos de sustentabilidade. Foram feito a experiência com a semente e manutenção de uma compoteira para recolhimento dos resíduos orgânicos produzidos pelo excedente das refeições servidas na instituição, as quais totalizam um número de quatro refeições diárias, as profissionais envolvidas, também desenvolvemos atividades diárias sobre o meio ambiente.  A Educação Infantil, dentro do pressuposto assumido por este trabalho, é ressignificada como um espaço – tempo propício para o exercício democrático do aprender a viver de forma integrada com a natureza. Aprender a viver como parte dependente desta natureza e de seus recursos. Aprender e compreender a convalidada importância de cuidá-la e preservá-la continuamente se quisermos obter dela tudo o que necessitamos para a sobrevivência e subsistência da espécie humana.


REFERÊNCIAS:

BRASIL. REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL – RCNEI, Ministério da Educação. Secretária da Educação Fundamental. Conhecimento De Mundo – Natureza E Sociedade vol. 3 p.189 Brasília: 2001.

CAMBORIÚ – SC. Secretaria de Educação - Diretrizes Curriculares para Educação Infantil – (Assessoria – Sinergia), 2008.

CAMBORIÚ – SC. Secretaria de Educação – Plano de Ensino para Educação Infantil – (Assessoria – Sinergia), 2010.



Receba nossas atividades Digite aqui seu email:

Postar um comentário

Pesquise temas do seu interesse aqui

Seguidores

Este blog está protegido por direitos autorais

É expressamente proibida cópia total ou parcial das atividades artigos e projetos da marca " Meus Trabalhos Pedagógicos ® " e da autora Andreza Melo Menezes.

Google+ Followers

Meus Trabalhos Pedagógicos ®

Postagens populares

Atividades Evangélicas

Desafio Emagrecer

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...