expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Curta nossa página e acompanhe tudo o que acontece!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Hora do dentista - Higiene Bucal

Hum... Rebeca com cárie, levei ao dentista com exatos três anos de idade, a doutora encontrou dois pontos de cárie onde fez limpeza e fechou o buraquinho. As cáries são devido o excesso de açúcar nos dentes, uso da mamadeira e/ou pouca escovação, e vou contar, falho nisso, e muito!
Atualmente as escolas não conseguem manter a rotina de escovação, são muitos alunos, e fica difícil fazer o acompanhamento de toda a turma na hora da higiene bucal. Alguns projetos são desenvolvidos nas escolas que reforçam o uso e necessidade da escovação diária após as refeições, mas o pai é o principal responsável pela higiene do seu filho.
Na farmácia comprei a escova elétrica, nunca tinha usado nas crianças de casa, e gostei. A escovação é bem mais eficaz e faz o movimento circular que a criança não consegue fazer sozinha. Ela custa um pouco cara, compre por R$ 60,00 e ainda estava na promoção. Mas antes prevenir que remediar.
Sobre este tema encontrei um ótimo texto que esclarece algumas dúvidas das mamães sobre saúde bucal.



Quando levar seu filho ao Dentista pela primeira vez
Você sabe qual é a hora certa de levar seu filho ao dentista pela primeira vez? Bem, a resposta é simples: por volta do primeiro aniversário, época em que já estão presentes os primeiros dentinhos. Esse cuidado precoce tem uma razão: quanto mais cedo começarem os cuidados com a saúde bucal, melhor. Além disso, a consulta também é uma ótima oportunidade para os pais tirarem suas dúvidas e aprenderem um pouco mais sobre a dentição do bebê.
Desenvolvimento
Os primeiros dentinhos só vão começar a aparecer a partir do sexto mês de vida. E, quando chega a hora, o bebê sente muita coceira na gengiva. Para aliviá-las, existem algumas
alternativas que vão além do bom e velho mordedor. Bebidas geladas e alimentos frios também ajudam a diminuir o incômodo. Se ainda assim o bebê estiver irritado com a coceira, pode-se solicitar ao pediatra ou ao dentista a prescrição de pomadas com substâncias anestésicas.
Os dentes de leite só começam a aparecer quando a criança estiver com cerca de seis meses de idade. Porém, cada criança tem seu ritmo. A erupção dos dentes varia de criança para criança, o que significa que não há nada de anormal se eles aparecerem antes ou depois das datas de referência (ver ilustração). O desejável, porém, é que até os três anos a primeira dentição já esteja completa, com dez dentes na arcada inferior e dez na superior.
arcada-dentaria
Primeiro contato
Segundo a odontopediatra Ana Carolina Marques, o ideal é que a primeira consulta da criança aconteça entre os seis meses e o primeiro ano de idade, quando nascem os primeiros dentes – não devendo ultrapassar os dois anos, quando todos os dentes de leite já estão na boca. “Essa é uma consulta de orientação aos pais, onde será feito um aconselhamento sobre a higiene e a alimentação do bebê. Estabelecer medidas preventivas de saúde é o meio mais eficiente de garantir o bem-estar da criança”, destaca.
A dentista comenta que muitos pais só levam seus filhos ao odontopediatra quando já estão maiores, o que complica a alteração de hábitos de higiene e alimentação. “O pior é quando a primeira visita acontece em ocasiões de acidentes envolvendo os dentinhos de leite. Assustadas e não-familiarizadas com o ambiente odontológico, elas acabam por dificultar o atendimento”, comenta. A freqüência das consultas varia de acordo com os hábitos familiares e a necessidade do bebê. Pode ser a cada três ou seis meses ou uma vez por ano.
Temporários, mas importantes
Muitos pais não se dão conta, mas os dentes de leite são extremamente importantes para o desenvolvimento bucal da criança. Só para se ter uma idéia, eles servem de guia para o bom posicionamento dos dentes permanentes. Além disso, têm papel importantíssimo no desenvolvimento das funções de fala, respiração, mastigação dos alimentos – indispensável para a nutrição e o desenvolvimento da criança – e deglutição. Daí a importância de conservá-los saudáveis, livres de cáries e infecções que possam levar à deterioração ou à perda dos dentes.
Assim como para os adultos, a falta de dentes e problemas na estética dentária também incomodam a garotada. Se a criança perde um dente antes da hora, por exemplo, pode ter dificuldades na pronúncia de determinados fonemas, problemas de oclusão na dentição permanente e até deformidades que afetem a sua auto-estima. “Quanto mais cedo o cuidado com a saúde oral começar, melhor”, lembra a Dra. Ana Carolina.


Fonte: http://multioral.com.br/blog/index.php/2010/02/09/quando-levar-seu-filho-ao-dentista-pela-primeira-vez/




Proibida e cópia total e parcial das atividades e conteúdos do blog 
"Meus Trabalhos Pedagógicos".
Receba nossas atividades Digite aqui seu email:
Postar um comentário

Pesquise temas do seu interesse aqui

Seguidores

Este blog está protegido por direitos autorais

É expressamente proibida cópia total ou parcial das atividades artigos e projetos da marca " Meus Trabalhos Pedagógicos ® " e da autora Andreza Melo Menezes.

Google+ Followers

Meus Trabalhos Pedagógicos ®

Postagens populares

Atividades Evangélicas

Desafio Emagrecer

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...